BLOG DO COVEIRO

Contatos: wenddel_cocal@hotmail.com Fone/WhatsApp: (86) 99972-6801.

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Audiência: Familiares pedem justiça pela morte de 'Dim' em Cocal

Matéria atualizada às 09h38min desta quarta-feira (21)


O Juiz de Direito- Dr. Carlos Augusto Arantes Júnior e o Promotor de Justiça- Francisco Túlio Ciarlini Mendes, deram inicio às 18:00 horas desta terça-feira (20/10), no Fórum Dr. João Nonon de Moura Fontes Ibiapina em Cocal, a primeira audiência de instrução e julgamento para ouvir os dois réus, e doze testemunhas de um homicídio ocorrido no dia 15 de novembro de 2014, na localidade São Benedito, zona rural de Cocal, que teve como vitima o Jovem José Aurister do Nascimento, conhecido popularmente como "Dim", de 25 anos. CLIQUE AQUI E REVEJA O CASO


Os réus são Deuzélio Rodrigues de Pinho, acusado de ser o autor do fato, e Diego Pablo dos Santos Silva, apontado como partícipe moral e material. Ambos encontravam-se em local incerto e não sabido pela justiça desde o crime. 


Os Advogados Dr. Marcio Araújo Mourão e Dr. José Boanerges de Oliveira Neto atuaram na defesa de Deuzélio. Já Diego Pablo como não constituiu advogado particular e nem defesa preliminar no prazo da lei, a justiça nomeou para patrocinar a sua defesa o Advogado cocalense Dr. Railson Fontenele Rodrigues. 

Pedido de justiça

Na porta do no Fórum, vestidos com camisas brancas e com a foto de ‘Dim’, muitos familiares e amigos do jovem levaram faixas pedindo justiça pelo caso. "O sentimento é de revolta e que eles paguem pelo que cometeram. Eles podem até escapar da justiça dos homens, mas a justiça de Deus não é falha", disse um familiar.


A oitiva que estava marcada para as 14:00 horas só teve inicio às 18:00, por medo de represálias contra os réus. Agentes da Policia Civil, Militar e da Guarda Municipal deram apoio na segurança do local e convenceram os manifestantes a se retirarem para que os réus pudessem entrar tranquilamente no prédio para dar inicio aos trabalhos da justiça.

Prisões


A sessão terminou quase às 03:00 horas da madrugada, na qual a justiça decretou a prisão preventiva dos réus. Policiais Civis e Militares deram cumprimento ao mandado, e conduziram a dupla a Delegacia de Cocal, onde ficaram provisoriamente. Eles serão transferidos nas próximas horas para um presidio do Estado.









Nenhum comentário:

Postar um comentário