BLOG DO COVEIRO

Contatos: wenddel_cocal@hotmail.com Fone/WhatsApp: (86) 99972-6801.

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

DESCASO: Moradores do Bairro São Pedro sofrem com falta de energia elétrica quase todos os dias


Já virou rotina o descaso da Eletrobras com os moradores do Bairro São Pedro em Cocal, precisamente com os que residem em alguns trechos das Ruas: Antônio Damasceno, Pinheiro Machado, Olavo Bilac e em uma parte da Avenida João Justino de Brito. Em pleno o século XXI e residindo no perímetro urbano, esses moradores sofrem quase que diariamente com as constantes quedas de energia e o problema nessa região é antigo e atinge dezenas de casas. Nessa quarta-feira (30/12), por exemplo, faltou energia às 23:00 horas e o serviço somente foi restabelecido às 09h30min desta quinta-feira (31/12).


De acordo com alguns moradores, o problema está sendo causado por conta da queda de uma 'canela' de um dos transformadores da rede de fornecimento que fica localizado na Avenida João Justino de Brito. Além da falta de energia elétrica, o problema ainda ocasiona a queima de aparelhos eletrônicos e também traz prejuízos aos comerciantes e demais trabalhadores. 


Um morador da Rua: Olavo Bilac, que preferiu não se identificar, disse que a interrupção no fornecimento de energia era rotineira, mas depois da inauguração da Subestação Cocal e de algumas intervenções, a rede elétrica melhorou, mas agora parece que voltou a ser como antes. Basta alguns ventos para o serviço ser interrompido e a solução demora bastante, deixando os consumidores esperando por horas o retorno do serviço. "Hoje em dia com a Eletrobras, o serviço está muito pior do que na época da Cepisa", reclama.

Como de praxe, depois de muitas horas de descaso com os consumidores, a empresa manda uma equipe ao local para realizar os reparos, no entanto, no prazo de dois dias a situação volta a se repetir. Diversas reclamações já foram feitas na central, mas a Eletrobras só faz reparos, não realiza um serviço completo para que não volte mais a ter quedas no fornecimento. 

Agora experimente atrasar o pagamento de no máximo dois talões, como está acontecendo com muitos cocalenses que estão em débito com o mês referente a Outubro. Nesse caso a empresa é eficientíssima e manda rapidinho várias equipes para fazer o corte. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário