BLOG DO COVEIRO

Contatos: wenddel_cocal@hotmail.com Fone/WhatsApp: (86) 99972-6801.

segunda-feira, 6 de junho de 2016

Ação Social Itinerante aproxima Prefeitura das comunidades em Cocal

Mais uma "Ação Social Itinerante" aconteceu em Cocal, no bairro Santa Teresinha, promovida pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS). A ação, ocorrida na última sexta-feira (3), aconteceu na Capela Santa Teresinha e reuniu moradores do bairro e região.


A ação tem como meta aproximar as comunidades aos serviços oferecidos pela SMAS, através dos órgãos ligados à pasta, como o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV); Centro de Referência de Assistência Social (CRAS); o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS).


"Pra nós, é muito importante que os moradores atendam ao nosso chamado. Fazemos vários trabalhos, inclusive no Santa Teresinha. Desde o ano passado, fazemos este tipo de ação, já que muitos moradores que precisam dos nossos serviços não nos procuram por não terem o conhecimento de que os serviços estão disponíveis", pontua Deuzenir Portela, secretária de Assistência Social do município.


Dentre as atividades disponibilizadas na Ação, os moradores receberam atendimentos básicos de saúde, puderam atualizar o cadastro único para os programas sociais do Governo Federal, como o Bolsa Família; realizar cortes de cabelo gratuitos. Para as crianças, atividades específicas de lazer.


Ação Social que muda vidas

Para o instrutor de capoeira do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), João Batista, a prática do esporte está mudando a vida das crianças que o frequentam. "No ano passado, quatro alunos estavam com comportamentos problemáticos. Nós trabalhamos com muita orientação, além do próprio esporte. Depois, os pais nos falaram que eles estavam bem melhores, mais calmos, dando mais valor aos estudos e com mais respeito dentro de casa", comemora.


As oficinas de artes também fazem parte do que é oferecido pela Secretaria. "O aluno chega sem saber nem como segurar o violão. Nós passamos os procedimentos, a teoria, a prática. Tempos depois, ele já está se apresentando até profissionalmente. Futuramente, ele poderá tornar o que aprendeu em um meio de vida", finaliza Chaguinha Rodrigues, orientador social do SCFV e músico profissional de Cocal.

Fonte: Ascom

Nenhum comentário: