BLOG DO COVEIRO

Contatos: wenddel_cocal@hotmail.com Fone/WhatsApp: (86) 99972-6801.

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Eletrobras Distribuição Piauí intensifica cortes e fiscalização na cidade Cocal

Várias equipes de uma empresa terceirizada que presta serviços para a Eletrobras Distribuição Piauí estão na cidade de Cocal desde a manhã desta quarta-feira (22/06), realizando a suspensão do fornecimento de energia elétrica de consumidores inadimplentes e fiscalizando alguns consumidores para a identificação de furto, fraude e autorreligação.


Os trabalhos fazem parte da quinta etapa das ações do Plano de Recuperação da Receita, que engloba todos os municípios do Piauí. Para diminuir as perdas não técnicas, que correspondem a 19% da energia distribuída, a Eletrobras Distribuição Piauí está intensificando também a fiscalização de consumidores que praticam furto e fraude. O prejuízo dessas práticas para a concessionária é de mais de R$ 125 milhões.

A Eletrobras visa acabar com a cultura que algumas pessoas têm de pensar que a Empresa só corta energia de consumidor a partir de três faturas em atraso. A partir de uma fatura atrasada já pode haver a suspensão do serviço. Vale ressaltar que não há prazo para a Eletrobras finalizar as ações do Plano de Recuperação da Receita, lançado no último mês de abril. Os consumidores precisam estar atentos para o pagamento das faturas até a data do vencimento e, assim, evitar a suspensão do fornecimento de energia elétrica.


Atualmente, a Distribuidora possui uma inadimplência de 15,5%. A dívida ativa é de R$ 311 milhões, dos quais R$ 184 milhões são das classes privadas.

Condições especiais para negociação de débitos

Como forma de incentivar o pagamento de débitos, a Eletrobras Distribuição Piauí está oferecendo condições especiais de negociação.

 
Nas agências de atendimento, o consumidor que pagar o débito à vista, terá 100% descontos em dos juros e multas. Para fazer o parcelamento, é necessário pagar entrada de, no mínimo, 20% da dívida principal e dividir o restante em, no máximo, 60 meses, dependendo do valor e da idade do débito.

O consumidor também pode negociar pelo Call Center, 0800 086 0800, de qualquer lugar do país, de telefone fixo ou celular, em qualquer horário e dia da semana, inclusive em feriados, sábados e domingos. Para isso, é necessário possuir dívida com a Distribuidora entre R$ 200,00 e R$ 6 mil e a partir de duas faturas em atraso.


Edição Blog do Coveiro
Com informações da Ascom

Nenhum comentário:

Postar um comentário