BLOG DO COVEIRO

Contatos: wenddel_cocal@hotmail.com Fone/WhatsApp: (86) 99972-6801.

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Ex-vereadora é feita refém após ter casa invadida por assaltante em Cocal

A professora e ex-vereadora, Marilene da Silva Almeida, e seus pais, foram feitos reféns por um criminoso armado que invadiu a casa em que eles moram, localizada no cruzamento da Avenida: João Justino de Brito com a Rua: Carmélia Dutra, Centro de Cocal, município da região Norte do Piauí. O crime aconteceu na noite deste domingo (16/09), por volta das 21:00 horas. 

Foto ilustrativa extraída do Google Imagens
Informações repassadas a polícia apontam que o bandido era moreno, alto e magro, estava com o rosto coberto com um capuz e de casaco preto. Ele teve acesso ao interior do imóvel após pular o muro e arrebentar com um chute a porta da frente. Antes de fugir, o larápio trancou a professora no banheiro. Algumas testemunhas conseguiram identificar a moto como sendo uma Honda Bros, de cor vermelha.


A vitima relatou que ao chegar e adentrar em sua residência, ouviu o barulho na porta, quando olhou para traz, já foi surpreendida pelo indivíduo com uma arma em punho apontada para a sua cabeça e exigindo que a mesma não olhasse para ele. Sob constante ameaça o criminoso a fez revirar a casa exigindo dinheiro. O assaltante fugiu levando consigo a quantia de R$250,00 (duzentos e cinquenta reais) e um colar de ouro. O bandido recusou das vitimas os aparelhos celulares, relógios e demais pertences.

POLÍCIA MILITAR CAPTURA UM SUSPEITO, MAS O PÕE EM LIBERDADE POR FALTA DE PROVAS


Uma equipe do moto patrulhamento da Polícia Militar, composta pelo Subtenente Carvalho e Soldado Alves, tomaram conhecimento do fato e passaram a diligenciar, quando, por volta das 03:00 horas da madrugada, foram informados que um rapaz de 18 anos, com as mesmas características do acusado estava provocando tumulto no hospital da cidade. 


Ao ser abordado e durante uma revista pessoal, os militares encontraram em posse do suspeito um simulacro de uma arma de fogo, que trata-se de uma pistola airsoft Taurus (réplica perfeita da Taurus PT-99, calibre 9 mm), além uma motocicleta Honda Bros, de cor vermelha, com um dos sinais identificadores da placa adulterado com fita isolante. 


Diante dos fatos, os policiais deram voz de prisão e conduziram o suspeito para a Delegacia de Polícia Civil de Cocal, onde prestou esclarecimentos e negou ser o autor do roubo a casa da professora. 


A vitima também compareceu ao distrito policial e apesar dos fortes indícios, ela não teve como afirmar que o investigado tratava-se do criminoso que invadiu a sua residência, haja vista que o assaltante estava com o rosto coberto. Ele foi posto em liberdade após o depoimento da professora e depois da confecção de um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) em seu desfavor por conta da placa da moto adulterada. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário