BLOG DO COVEIRO

Contatos: wenddel_cocal@hotmail.com Fone/WhatsApp: (86) 99972-6801.

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Cocal discute políticas de atendimento a adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa

As políticas públicas de atendimento a adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa em Cocal foram tema de audiência pública, realizada nessa terça-feira (28), na Câmara de Vereadores. O objetivo do evento é a elaboração do Plano Municipal de Atendimento Socioeducativo em Meio Aberto para os anos de 2017 a 2023.


Participam da discussão representantes dos órgãos competentes em nível municipal e estadual, bem como da sociedade civil. Segundo informações do Conselho Tutelar, atualmente, em Cocal, existem cerca de 40 jovens em cumprimento de medida socioeducativa (prestação de serviço e reparação do dano).


“Essa audiência é para tratar sobre os adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa, que cometem desde atos infracionais pequenos a graves e que vão cumprir a medida em regime aberto. Então estamos traçando um plano para melhor atender a essas crianças e tentar direcioná-las da melhor forma”, afirma Anselmo Luís, conselheiro tutelar.


Para elaboração do plano, a Secretaria Municipal de Assistência Social, em conjunto com as demais secretarias, conta com a parceria e orientação da Secretaria de Estado da Assistência Social (SASC). “Os técnicos da SASC vão contribuir com orientações na elaboração do Plano. Eles irão traçar um diagnóstico e, a partir disso, serão realizadas ações para que os problemas sejam solucionados. Precisamos trabalhar em conjunto, família, poder público e comunidade”, pontua a assistente social da SASC, Verônica Lima.


Os próximos passos para a construção do planejamento serão executados conforme as sugestões e diagnósticos colhidos na comunidade, quando, novamente, será realizada audiência para avaliação da sociedade.


“Tivemos a primeira audiência pública, mostrando a importância da participação dos poderes e da comunidade para que juntamente coloquemos em prática as medidas. Nós temos adolescentes em medidas socioeducativos aqui em nossa cidade, então o nosso objetivo é assegurar qual a medida mais adequada para a ressocialização daquele adolescente. Algo que já fazemos na prática, mas que, agora, vamos colocar no papel, em forma de estratégias dentro de um período de tempo maior”, finaliza a secretária municipal de Assistência Social, Deuzenir Portela.

Nenhum comentário: