BLOG DO COVEIRO

Contatos: wenddel_cocal@hotmail.com Fone/WhatsApp: (86) 99972-6801.

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

CONHECENDO A ANSIEDADE; artigo redigido pelo psicólogo cocalense Alan Kelsen

A ansiedade é muito similar ao medo, onde o medo é desencadeado por algum motivo, a ansiedade normalmente surge sem uma justificativa aparente, a isso se dá o nome de subjetividade, ou seja, surge a partir da individualidade de cada um e da sua relação com seus processos mentais, o que caracteriza o comportamento ansioso. 




Dentre os sintomas podemos enumerar alguns, dos quais: 


· Dificuldade para dormir 
· Dificuldade para relaxar, sempre tenso. 
· Pensamentos negativos recorrentes 
· Aflição e angústia sem um real motivo concreto 
· Medo de tudo que possa acontecer 
· Antecipação dos acontecimentos 
· Auto sabotagem em projetos pessoas.




Como exemplo segue a seguinte situação: 

“ Imagine um executivo que tem o dia todo com suas tarefas do cotidiano, tudo flui corretamente, de repente surge um sentimento de inquietação, seguida de medo daquilo que já está encaminhado e sendo resolvido dar errado, preocupação constante com seus projetos, e pensamentos que visam sempre tentar resolver se tudo der errado, e nunca pensam como irá prosseguir seu caminho naquilo que está sendo bem sucedido, começam os enjoos e o coração bate mais forte, perde horário para entrega de projetos consumido por esta preocupação.” 

Este é um quadro típico de uma pessoa ansiosa, perceba que mesmo tudo dando certo a preocupação se mostra constante e passa a atrapalhar seu dia a dia, tanto na esfera pessoal quanto na profissional, podemos perceber também somatizações: Estas são sintomas físicos de origem emocional onde a mente reflete no corpo aquilo que lhe perturba de certa forma, como exemplo de somatizações podemos citar: 

· Dores de cabeça. 
· Aperto no peito ou taquicardia 
· Sudorese 
· Ardência no estômago ou enjoos 
· Entalo na garganta 
· Tremedeira 

Estes são alguns exemplos de somatizações advindas da ansiedade, há casos de pacientes que adoecem de fato, e apesar dos exames clínicos estarem constando como todos ok, a doença persiste em existir, neste quadro é muito provável que o problema seja de origem emocional, a busca da Psicoterapia entra como aliada fundamental. 

A ansiedade pode surgir devido a algum trauma vivido, ou situação de pressão constante, conflitos pessoas, são inúmeras as situações onde esta pode se apresentar, como tratamento há o caminho da psicoterapia e do auxílio do Psiquiatra, este último quando se julgar a devida necessidade para o uso de medicação. 

É importante nos conhecermos e percebermos se algum destes sintomas ou somatizações estão presentes em cada um de nós, há sempre recursos e subsídios para auxiliar em qualquer situação, não existe problema sem cura ou controle, busque ajuda, e melhore sua qualidade de vida e bem-estar. 

Por: Alan Kelsen-Psicólogo / CRP 21/02933

Nenhum comentário:

Postar um comentário