BLOG DO COVEIRO

Contatos: wenddel_cocal@hotmail.com Fone/WhatsApp: (86) 99972-6801.

sábado, 22 de setembro de 2018

Deputada Rejane Dias recebe apoio de prefeito e de líderes políticos em Cocal dos Alves


A atual primeira-dama do estado do Piauí e candidata à reeleição para o cargo de deputada federal, pelo Partido dos Trabalhadores (PT), Rejane Dias, esteve no município de Cocal dos Alves na noite desta quinta-feira (20/09), onde se reuniu com líderes políticos locais, correligionários e simpatizantes de sua campanha. 


O encontro aconteceu na casa do prefeito Osmar Vieira, que juntamente com o seu grupo politico são apoiadores dos candidatos Wellington Dias, para governador; Ciro Nogueira, para senador; Wilson Martins, para senador; Rejane Dias, para deputada federal; e Limma, para deputado estadual. 


A candidata Rejane Dias discursou para o público que assistia com bastante atenção as suas propostas caso seja reeleita, destacando a sua vasta experiência em gestão pública no tocante a alguns trabalhos desenvolvidos e realizados enquanto estava a frente das Secretarias Estaduais de Educação, Inclusão da Pessoa com Deficiência (SEID) e de Assistência Social (SASC).



Nascida em São João do Piauí, Rejane Ribeiro Sousa Dias é filha de Ivone e Miguel de Sousa Filho.  Formada em Administração e Direito, a atual secretária de Educação tem vasta experiência em gestão pública.

Rejane Dias foi secretária para Inclusão da Pessoa com Deficiência (SEID) e secretária de Assistência Social (SASC). As ações em favor das pessoas com deficiência se tornaram referência nacional, dando base para o Plano Viver sem Barreiras, implantado em 2013 pelo Governo Federal.

Como secretária da SEID, implantou a Rede Estadual de Reabilitação com 37 clínicas especializadas e o Centro Integrado de Reabilitação (CEIR), que possui uma oficina de Órteses e Próteses, e o Centro de Diagnóstico, que realiza exames complexos para detecção de diversas deficiências.

"Sempre tive como bandeira a inclusão. Garantir atendimento qualificado e, principalmente, humano às pessoas com algum tipo de deficiência sempre me emocionou muito. Ver a evolução de uma criança atendida pelo Centro Integrado de Reabilitação (CEIR), que foi uma luta nossa para que existisse, ou poder olhar nos olhos de um pai e de uma mãe e ver a felicidade a cada pequena vitória conquistada é muito gratificante. Só quem tem um filho com algum tipo de deficiência sabe o quanto isso é importante", disse.

À frente da SASC, implantou projetos que incentivam a reinserção de jovens infratores e o Caminhão Digital, que proporcionou a cerca de 150 mil piauienses a oportunidade de fazer cursos de informática, corte de cabelo e construção civil.

Suas ações em Inclusão Social renderam dois prêmios nacionais: o Prêmio Nacional de Direitos Humanos, do Ministério do Desenvolvimento Social, e o Prêmio TOP de Inclusão Social, concedido pela Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil (ADVB).

Foi eleita deputada estadual na legislatura entre 2011 e 2014 e teve atuação destacada por apresentar mais de 400 requerimentos e 85 projetos, com 50 aprovados. Mais de 25 projetos na área dos direitos das pessoas com deficiência e a criação do Estatuto Estadual da Pessoa com Deficiência, sancionado em 2015. 

Em 2014, Rejane Dias foi eleita deputada federal com a maior votação do Piauí e, mesmo licenciada para assumir a Seduc, já destinou emendas que beneficiam mais de 30 municípios, apresentou seis projetos de lei para apreciação da Câmara e destinou cerca de R$ 59,5 milhões em emendas parlamentares, entre individuais e de bancada para o Piauí. "Mesmo licenciada tenho contribuído de forma efetiva para obter recursos junto ao Governo Federal com o propósito de melhorar a vida dos piauienses", avalia.

À frente da Secretaria de Estado da Educação, Rejane Dias implantou um modelo de gestão mais eficaz e com foco em resultados. "Assumir a Secretaria de Educação foi um grande desafio. Recebemos a pasta com mais de R$ 100 milhões em dívidas, com aproximadamente R$ 50 milhões de recursos federais bloqueados por pendências da gestão anterior. Tínhamos que recuperar cerca de 460 escolas, garantir a oferta adequada de professores e aumentar as matrículas. Então, iniciamos um processo de recuperação estrutural e financeira", explicou a gestora.

Profissionalizando a gestão, Rejane conseguiu ainda destravar mais de R$ 5 milhões em recursos do Ministério da Educação (MEC) e do Fundo Nacional para o Desenvolvimento da Educação (FNDE). Com recursos próprios e de convênios com a União, foi realizada a recuperação de mais de 200 escolas, incluindo a reforma geral do Liceu Piauiense, uma escola tradicional do nosso Estado que tinha uma obra parada há anos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário