BLOG DO COVEIRO

Contatos: wenddel_cocal@hotmail.com Fone/WhatsApp: (86) 99972-6801.

domingo, 2 de setembro de 2018

Vídeo: Cocalenses são presos por porte ilegal de arma de fogo e crime ambiental em Caraúbas do PI


Uma equipe da Polícia Militar composta pelo Sargento Oliveira e Sargento Santos, prenderam em flagrante delito, no inicio da manhã deste sábado (01/09), três homens que caçavam dentro de uma reserva florestal situada no município de Caraúbas do Piauí, a 250 km de Teresina. Eles estavam com três espingardas calibre 28, com mais de 20 munições, pólvora, chumbinho, facões, instrumentos artesanais para atrair os animais e um veado-catingueiro abatido.


Os homens foram identificados como: Valderi Araújo de Lima, de 40 anos, residente na localidade Grutilhão, zona rural de Cocal; Ismael de Sousa Tupinambá, de 20 anos, residente na localidade Prevenido, zona rural de Cocal; e Demas Rodrigues de Sousa, de 28 anos, residente na localidade Polo Norte, zona rural de Buriti dos Lopes. 


"É bom salientar que um dos três caçadores (Demas) foi autuado anteriormente pela prática do mesmo crime", revelou o delegado Rodrigo Mello.

Segundo a médica veterinária Karine Marques, a captura do bicho é comum na região, porque os caçadores têm interesse na carne do animal.


“Infelizmente a caça é por conta do sabor. Deve se evitar, porque apesar do animal ter baixo risco de extinção no Piauí, se continuar essa caça de forma desenfreada pode acabar causando a falta do animal na natureza”, comentou.

Conforme o sargento da Polícia Militar João Batista Oliveira, a prisão aconteceu após uma denúncia anônima. 

“A gente se deslocou para o local indicado e ficamos aguardando, quando apareceram os três cidadãos", informou.

Assista abaixo a reportagem exibida no Piauí TV-2ª Edição:

Os caçadores foram autuados na Central de Flagrantes de Parnaíba pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e crime ambiental. Somada as penas de cada delito ultrapassam 04 anos de prisão, neste caso, somente um juiz tem a competência de arbitrar uma fiança, que após o seu pagamento os acusados terão o direito de responder ao processo em liberdade.

*Com informações do Portal G1
Edição: Blog do Coveiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário