BLOG DO COVEIRO

Contatos: wenddel_cocal@hotmail.com Fone/WhatsApp: (86) 99972-6801.

sexta-feira, 15 de novembro de 2019

Vítimas da Barragem Algodões estão com 03 meses de indenizações atrasadas

A Associação das Vítimas e dos Amigos das Vítimas da Barragem de Algodões (Avaba) denunciou esta semana na Assembleia Legislativa que o Governo do Estado não realizou ainda o pagamento das parcelas de julho, agosto e setembro da indenização das vítimas do rompimento da Barragem de Algodões, em Cocal da Estação (260 quilômetros ao norte de Teresina).


O presidente da Avaba, professor José Corsino Medeiros, disse que, diante do atraso, as famílias estão em desespero, “porque dependem basicamente desse dinheiro para se manter e pagar contas de água, luz e outros serviços”. A Associação pediu apoio aos deputados para cobrar ao governo a regularização do pagamento.


Na última terça-feira (12), o deputado Marden Menezes (PSDB), entrou com requerimento na Casa pedindo ao Legislativo que encaminhe expediente ao governador Wellington Dias, e aos secretários da Fazenda e da Assistência Social e Cidadania, solicitando o pagamento dos meses em atraso. O requerimento foi prontamente aprovado em plenário.

Marden Menezes disse que as famílias não sabem mais o que fazer diante da situação. “O governo atrasou justamente as três últimas parcelas, e as famílias estão sofrendo porque dependem desse dinheiro”, disse ele. O rompimento da Barragem de Algodões ocorreu em maio de 2009, provocando a morte de dez pessoas e destruindo casas, animais, lavouras e outros bens de mil famílias nos municípios de Cocal e de Buriti dos Lopes.

Em 2017, com a intermediação do Tribunal de Justiça, o Governo do Estado fez acordo com a Avaba para parcelar em 30 vezes o pagamento da indenização. O parcelamento iniciou em abril de 2017 e terminaria em 27 de setembro deste ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário