CLIQUE AQUI e siga o Blog do Coveiro no Instagram.

Dois, dos cinco conduzidos são fugitivos do sistema prisional, na qual um deles é suspeito de ser o líder da facção Comando Vermelho no litoral do Piauí, enquanto o outro é envolvido na morte da empresária Kariane Veras em Piripiri. CLIQUE AQUI E REVEJA


A Força Tarefa de Segurança Pública do Piauí (FTSP-PI 01), com o apoio investigativo da Delegacia de Polícia Civil de Cocal, deflagrou na manhã deste sábado (07/05), a "Operação Desmonte III", que resultou na prisão de cinco homens e na apreensão de um arsenal de armas de fogo de grosso calibre. A ação aconteceu em dois endereços, sendo um deles um imóvel situado no Bairro Alfa II e o outro um sítio localizado na comunidade São Gerônimo, ambos em Cocal, município da região Norte do Piauí. 


Dois, dos cinco conduzidos são fugitivos do sistema prisional, na qual um deles é suspeito de ser o líder da facção Comando Vermelho no litoral do Piauí, enquanto o outro é envolvido na morte da empresária Kariane Veras. 


A operação teve como objetivo principal recapturar Antônio Nilson do Amaral de Sousa, de 36 anos, vulgo "Júnior Roco", que é fugitivo do sistema prisional, com mandados de prisão em aberto expedidos pela Justiça Estadual do Ceará por ser réu em ações penais por latrocínio, homicídio qualificado e tráfico de drogas, além de ser apontado com o líder da facção criminosa Comando Vermelho no litoral do Piauí, segundo as investigações policiais. 


Júnior Roco foi preso numa residência situada do Bairro Alfa II. Na casa também estava um homem identificado como Antônio Leandro Paulo Gomes, de 34 anos. Durante as buscas, os policiais apreenderam uma pistola municiada (escondida em um fundo falso no gramado do jardim), três rádios comunicadores, dois automóveis e uma motocicleta, além de uma volumosa quantia em dinheiro que estava nos bolsos de Júnior Roco.  


Na sequência, as equipes cumpriram um mandado de busca e apreensão no segundo alvo (sítio na zona rural). No local, os agentes apreenderam várias armas de grosso calibre, celulares, dinheiro e muitas balanças, materiais estes que estavam enterrados, além de prenderem três homens que estavam no imóvel, que foram identificados como Luís Fernando Nunes Rocha, vulgo "Pestana", Bruno Nakayama Carvalho Rodrigues, alcunha "Ian" e Gerson Oliveira dos Santos.


Os presos foram encaminhados para a Central de Flagrantes de Parnaíba, onde será realizado os procedimentos pertinentes que o caso requer e posteriormente a justiça decidirá se todos ou parte deles serão ingressados no sistema penitenciário.


Mais de 20 agentes da Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia Federal participaram das buscas. Denúncias sobre atuação de facções criminosas, foragidos da Justiça, tráfico de drogas e outros crimes podem ser encaminhadas, de forma anônima, ao endereço eletrônico: bit.ly/denunciapcphb.


Antônio Nilson do Amaral de Sousa, 36 anos, vulgo "Júnior Roco", é fugitivo do sistema prisional cearense, sentenciado pelo crime de latrocínio (roubo seguido de morte) praticado em Camocim- CLIQUE AQUI, com mandado judicial do tipo recaptura em aberto, expedido pela Comarca de Coreaú, além de ser réu em ações penais de homicídio qualificado e tráfico de drogas. As investigações policiais indicam ainda que ele lidera a facção criminosa Comando Vermelho no litoral do Piauí. O acusado foi um dos 24 presos na megaoperação "Depurare", deflagrada de forma simultânea em oito cidades cearenses em março de 2013.

Antônio Leandro Paulo Gomes, 34 anos, natural de Granja-CE, sem antecedentes criminais. Ao ser questionado no decorrer da operação, este alegou que é pedreiro, encanador e eletricista e que estava em Cocal trabalhando na casa (Bairro Alfa II) em que foi alvo da ação policial.

Bruno Nakayama Carvalho Rodrigues, alcunha "Ian", tem dois mandado de prisão em aberto, um deles de recaptura por ser um dos seis detentos que fugiram da Penitenciária Mista de Parnaíba no dia 05 de março deste ano (2022) CLIQUE AQUI E REVEJA. Em desfavor dele pesa condenações, que somadas, ultrapassam 17 anos de reclusão, pelos crimes de roubo seguido de lesão corporal e furtos. Contra ele também pesa a acusação de roubo e de envolvimento na morte da empresária Kariane Veras, de Piripiri. CLIQUE AQUI E REVEJA. No interior da casa (sítio na comunidade São Gerônimo) os policiais localizaram as roupas usadas pelo investigado nesse último crime.

Luís Fernando Nunes Rocha, 26 anos, vulgo "Pestana", residente em Buriti dos Lopes, passou dois anos recluso no sistema prisional e posto em liberdade no dia 11 de junho de 2021. Em agosto de 2021, ele foi submetido ao crivo do tribunal popular do júri em que o sentenciou a uma pena de sete anos e seis meses de reclusão pelo crime de lesão corporal seguida de morte, praticado no ano de 2019, em que teve como vítima fatal um homem de 33 anos, identificado como Jacinto Nunes da Silva, o 'Pombo', cunhado de Júnior Percy, prefeito de Buriti dos Lopes.

Gerson Oliveira dos Santos, 39 anos, natural de Parnaíba-PI, sem antecedentes criminais, informou aos policiais que é pedreiro e que estava no local (sítio na comunidade São Gerônimo) trabalhando em reparos do referido imóvel.








Roupa utilizada por Ian durante o assassinato de Kariane Veras em Piripiri